Abrir menu principal

Desciclopédia β

Bem-vindos à Desciclopédia

A enciclopédia livre de conteúdo que qualquer um pode editar.

56 501 artigos · 197 535 imagens

Ajuda

Embaixada

Perguntas

Políticas

Mídia

Contribuir

Artigo em destaque
Um claro exemplo de TPP em desenho animado.

Transtorno de personalidade paranoide (ou TPP), do latim: non acreditius nes mentirus deleis como o nome já diz, é um transtorno/doença em que a pessoa afetada desconfia de absolutamente tudo que há pela sua frente, até da sua carteira da escola, achando que o assento vai virar algum palhaço e matá-la enquanto a estupra na cozinha do porão. Ou fazer algo pior.

Existem vezes em que essa mesma pessoa desconfia de você, da mãe, do namorado ou namorada, até do tiozinho de 60 anos que vende seus humildes enroladinhos de maconha na esquina mais próxima de onde mora e das notificações do próprio celular, sempre achando que algo horrível está para acontecer e que todos a sua volta possuem um plano e pretendem fazer algo maligno. Essa pessoa provavelmente fez maratona de A Casa Monstro.

O primeiro ponto (talvez o mais importante) é que um portador de TPP nunca vai querer qualquer tipo de ajuda, visto que confia em porra nenhuma, ao mesmo tempo em que vive ocupado ao ponto de prender peidos quando vai usar um fogão, ou tentar diferenciar favelados de curtidores da SAM, por exemplo. Geralmente, as paranoias incluem, mas não estão limitadas a: perseguição, traição, rancor, assassinato e outras coisas boas nessa mesma linha.

Muito embora o TPP afete apenas uma pequena parcela da população (por enquanto), descobrir se alguém possui é mais fácil do que parece, tanto que já foram desenvolvidos até novos métodos para isso.

Compartilhe: Compartilhe via Facebook Compartilhe via Twitter Share on Google+



Eventos recentes


Neste dia...


Sabia que...


Imagem do dia
 
Apresentação
Batata desciclo sem texto.gif
Bem-vindo(a) à Desciclopédia, uma (des)enciclopédia escrita com a colaboração de seus leitores. A Desciclopédia é um site de humor debochado e seu conteúdo não deve ser levado a sério. Todas as nossas regras e políticas convergem para um só princípio: ser engraçado e não apenas idiota. É um princípio amoral, mas que implica numa ética subjacente. Significa que, no âmbito da Desciclopédia, só podem ter procedência as críticas que se refiram à qualidade divertida de um artigo. Não tem, portanto, nenhum sentido tentar defender os méritos morais ou artísticos de algo que você gosta (banda, filme, personalidade, programa, game, etc.) e que tenha sido sacaneado num artigo da Desciclopédia. Essas coisas não interessam nem um honorável pouquinho aqui.


Participação

Todos podem publicar conteúdo on-line desde que não sejam vândalos ou desrespeitem as regras.

Dentre as diversas páginas de ajuda à sua disposição, estão as que explicam como criar um artigo, editar um artigo ou inserir uma imagem. Em caso de dúvidas, não hesite em perguntar e dar sua apnião.


Comunidade
A comunidade vem crescendo dia após dia. Porém precisamos de mais colaboradores para podermos ampliar o número de artigos em língua portuguesa e expandir, melhorar e consolidar os que já existem.


Projetos irmãos

A Desciclopédia existe graças à entidade sem fins lucrativos Fundação Desciclomídia. A Desciclomídia opera vários projetos em diversas línguas, sempre com conteúdo livre:

Ler em outro idioma